Escolha uma Página

Ensaios de CPTu

Ensaio CPT CPTu Piezocone Civilsolo

A realização de obras em solos moles, orgânicos e argilosos, podem acarretar sérias consequências para a sua obra. Um dos maiores problemas identificado nesses tipos de solos é o recalque que provoca o “afundamento” do terreno, ocasionando rachaduras, trincas, e até colapso total da construção.

Os ensaios de CPTu, como você verá mais adiante, são realizados para analisar esse tipo de situação.

Sem compreender a compressibilidade dos solos e o tempo de recalque de cada terreno em solos moles ou aterros pouco compactados, a construção poderá ceder e em casos mais críticos romper e comprometer toda a estrutura. Para evitar dores de cabeça e economizar de forma inteligente com a obra, a Civilsolo oferece esta solução como a principal estratégia de prospecção do subsolo para a definição exata e precisa do projeto de fundação.

Sem gastos inesperados ou dimensionamentos equivocados das fundações, com uma equipe treinada e engenheiros especializados, os ensaios de CPTu da Civilsolo são essenciais para “a certeza de um bom começo”. Confira mais detalhes a seguir.

Ensaio CPT CPTu Piezocone Civilsolo

Conhecer o solo é essencial para qualquer tipo de construção

Assista esse curto vídeo e entenda a importância de conhecer o solo antes de fazer a fundação de sua casa ou empreendimento.

Por que escolher a Civilsolo?

Nós somos especialistas em geotecnia e fundações. Atuamos há mais de 50 anos do mercado, com equipes de campo bem treinadas e conhecimento geotécnico especializado. Executamos diversas soluções geotécnicas em Jundiaí e região para inúmeras construções e empreendimentos de pequeno, médio e grande porte em diferentes  tipos de solo, incluindo solos moles, pouco resistentes e com baixa capacidade de suporte.

Além disso, estendemos nossas atividades além do papel de agente executor. Nossa equipe proporciona suporte técnico especializado com acompanhamento assistido durante e após a realização dos trabalhos, sem quaisquer custos adicionais. E, ainda, podemos fazer uma avaliação geotécnica no projeto de fundação indicando recomendações técnicas de nossos engenheiros a fim de garantir qualidade e economia segura para a execução da fundação.

Estrutura De Construcao
Estrutura De Construcao
blank

O que é O ENSAIO DE CPTU?

Os ensaios de penetração do cone com medida de poropressão, CPTu, são considerados internacionalmente como uma importante ferramenta de prospecção geotécnica.

Esse procedimento tem aplicações em diversas áreas da geotecnia, sendo utilizado, em particular, para previsibilidade de recalques de fundações em solos pouco resistentes. As leituras deste ensaio permitem capturar as seguintes informações:

5

Resistência de ponta (qc);

5

Atrito lateral (fs);

5

Poropressão (pressão da água nos espaços vazios entre as partículas sólidas do solo).

Vantagens

N
Ensaio rápido e contínuo do subsolo;
N
Resultados confiáveis e não dependentes do operador;
N
Alta precisão e produtividade;
N
Transmissão e processamento em tempo real de parâmetros geotécnicos por meio de computador a bordo;
N
Forte base teórica para interpretação dos resultados.

Desvantagens

M
Não retiram amostras do solo;
M

Limite de cravação em solos muito resistentes (indicado para solos moles).

Qual a finalidade dos ensaios de cptu?

Escritorio Civilsolo

A Torre de Pisa só permanece de pé devido às constantes estratégias elaboradas por profissionais geotécnicos e reforços realizados nas fundações, o que implica muitos gastos.

Muito provavelmente você já deve ter vistos casos como a Torre de Pisa, na Itália, ou os prédios desaprumados na orla de Santos. O desnível dessas construções e, em alguns casos, problemas estruturais acarretados pela ausência de suporte adequado, são uma consequência direta dos recalques em fundações.

Tais recalques acontecem quando, por erros na determinação das características dos solos moles, a pressão exercida pelas edificações faz com que o solo não suporte a carga ao longo do tempo. É nesses casos em que os ensaios CPTu tornam-se essenciais.

Através dos resultados obtidos é possível definir os parâmetros de resistência, compressibilidade, permeabilidade e estratigrafia do solo, fundamentais para apoiar decisões de fundação em solos argilosos, orgânicos  e aterros mal executados que, em geral, possuem baixa resistência e elevada capacidade de compressão.

Com a velocidade de dissipação do excesso de poropressão é possível estimar o tempo de recalque do solo (o quanto o solo “afunda” ao ser submetido a cargas) e, assim, definir a melhor estratégia e tipo de fundação.

O objetivo final dos ensaios de CPTu é a determinação da resistência do solo à penetração contínua. O método é capaz de fornecer dados que permitem estimar as propriedades do solo sem a coleta de amostras, resultando em testes rápidos e eficientes.

Quando comparado a outros tipos de ensaios, os ensaios de CPTu, apresentam uma performance superior em solos orgânicos e argilosos. Esses tipos de solos costumam estar presentes em regiões de várzea (de deposição de argilas e de matéria orgânica) ou ainda em regiões litorâneas.

Os ensaios de CPTu garantem a precisão técnica necessária ao fornecerem, através de correlações, as seguintes características dos terrenos investigados:

5

Coeficiente de adensamento (Cv);

5

Resistência não drenada (Su);

5

Ângulo de atrito efetivo de areias (Ø’);

5

Histórico de tensões (OCR);

5

Coeficiente de permeabilidade (K);

5

Dentre outras.

Como os Ensaios de CPTu
são realizados?

A tecnologia do ensaio torna o método simples e imediato. O trabalho consiste na cravação vertical de uma ponteira cônica de aço (60º de ápice) no solo, instrumentada com diversos sensores. A penetração é obtida através da cravação contínua de hastes de comprimento de 1 metro a uma velocidade de 2 cm por segundo.

Todo o processo é automatizado com aquisição contínua de dados. O cone,  depois de cravado, transmite os dados de forma automática e o próprio sistema captura os parâmetros e faz o registro contínuo desses dados ao longo da profundidade, fornecendo ao operador informações em tempo real sobre os valores de resistência de ponta, atrito lateral, excesso de poropressão e inclinação da haste a cada um centímetro perfurado.

Adicionalmente, podem ser realizados ensaios de dissipação de excesso de poropressão. Para tanto, a cravação do cone é interrompida na posição desejada e o tempo para dissipar 50% da pressão máxima registrada é monitorado. Essa informação é útil para estimar o tempo de recalque que o solo poderá sofrer quando submetido a cargas.

Preparação Pré-Ensaio

Os ensaios de CPTu exigem uma preparação antes da sua execução. No dia anterior a realização do teste, é feita a saturação do elemento poroso através do uso de glicerina líquida previamente deaerada por meio da fervura em “banho maria” por 30 minutos para acelerar a remoção de bolhas de ar presentes na glicerina.

Após a preparação da glicerina líquida, o elemento poroso é inserido no frasco, mantidos em “banho maria” na temperatura de 60 graus por um equipamento elétrico, e submetidos à condição de vácuo por cerca de 3 horas (ou até que se observe que não haja mais bolhas de ar no sistema) para permitir sua completa deaeração.

Quando o processo de deaeração está concluído, o elemento poroso é acondicionado e transportado para o campo. É importante observar que a cada novo ensaio os elementos porosos deverão ser substituídos por outros previamente deaerados.

Todos esses procedimentos descritos são realizados nos laboratórios da Civilsolo e acompanhados por uma equipe técnica especializada.

Escritorio Civilsolo

Requisitos necessários
antes dos Ensaios

A Civilsolo dispõe de um caminhão munk para transporte do equipamento até o local da obra. Os ensaios de CPTu, devido a complexidade do equipamento e dos procedimentos técnicos, exigem mais cuidados na logística, informações sobre o terreno e documentos técnicos prévios para realização dos ensaios:

N
Sondagens a Percussão (SPT);
N

Terreno de fácil acesso e razoavelmente plano;

N

Levantamento planialtimétrico;

N
Locação topográfica dos pontos de ensaios;
N

Espaço seguro para guardar o equipamento no local dos ensaios (necessário para localizações distantes e ensaios com duração superior a um dia).

Um investimento
que vale a pena

Na Civilsolo operamos com um equipamento moderno e importado e uma equipe treinada para realização dos ensaios. Além disso, os engenheiros avaliam os resultados de cada ensaio de CPTu e, a partir de uma análise criteriosa, identificam soluções geotécnicas para os projetos de fundação e, assim, atendendo às necessidades específicas de cada construção e empreendimento.

Investir nos ensaios de CPTu é fundamental para fornecer informações detalhadas com elevado nível de acurácia para elaboração do projeto de fundação em solos pouco resistententes e compressíveis. Devido à instabilidade desses solos, ao entender o comportamento e as características do terreno em profundidade, a fundação será projetada e  executada com a precisão necessária evitando inclinações ou colapso total da obra.

Clientes que recomendam a Civilsolo

Contratar a Civilsolo é uma experiência de colaboração mútua para atingir os resultados que você espera.

William Ruiz

Sondagem

Empresa muito sólida e séria, sinto orgulho em ser cliente e parceiro da Civil Solo.

Fabiano Fabrício

Fornecimento de Laudos

Excelente empresa. Profissionais extremamente atenciosos e receptivos. Precisei de uma documentação de uma obra de 10 anos atrás e tudo me foi fornecido. Essa mesma obra nunca apresentou nenhum tipo de problemas estruturais relacionados ao serviço prestado. RECOMENDO.

Marcio Parimoscki

Fornecimento de Laudos

Trabalho feito com extrema competência e pessoal muito atencioso.